AS QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS NA MÚSICA POPULAR ATRAVÉS DO CONTO MACHADIANO: “UM HOMEM CÉLEBRE”, NUMA PERSPECTIVA BAKHTINIANA DO DIALOGISMO.

“UM HOMEM CÉLEBRE”, NUMA PERSPECTIVA BAKHTINIANA DO DIALOGISMO.

  • João Paulo Carneiro Universidade Católica de Petrópolis
Palavras-chave: Música Popular. Diversidade. Questões Étnico-Raciais. Dialogismo

Resumo

Este artigo propõe a discussão dos aspectos histórico-sociais da música popular no conto machadiano: “Um Homem Célebre”, numa perspectiva teórico-metodológica do dialogismo bakhtiniano, que considera a interação como elemento da base da linguagem, articulando em contextos históricos, sociais e culturais, permitindo assim, refletir sobre as questões étnico-raciais.

Biografia do Autor

João Paulo Carneiro, Universidade Católica de Petrópolis

Mestre em Relações Étnico-Raciais pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Publicado
2018-05-25
Como Citar
Carneiro, J. (2018). AS QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS NA MÚSICA POPULAR ATRAVÉS DO CONTO MACHADIANO: “UM HOMEM CÉLEBRE”, NUMA PERSPECTIVA BAKHTINIANA DO DIALOGISMO. Semioses, 12(1), 90-99. Recuperado de https://revistas.unisuam.edu.br/index.php/semioses/article/view/18
Seção
ARTIGOS - VARIA