O AUMENTO NOS CASOS DE FEMINICÍDIO NO ÂMBITO DOMÉSTICO DEVIDO A PANDEMIA DO COVID-19

Palavras-chave: violência doméstica; feminicídio; isolamento social; desigualdade de gênero

Resumo

Este artigo apresenta como temática os casos de feminicídio no âmbito doméstico no Estado de Mato Grosso do Sul. Como objetivo esta pesquisa apresenta o considerável aumento desses crimes no atual contexto da pandemia da COVID-19 no Estado em comento. A justificativa do trabalho em apreço revela-se a partir da constatação que a cultura da desigualdade de gênero presente no pensamento contemporâneo atual da sociedade brasileira, advinda da bagagem cultural de legislações que apregoavam a superioridade masculina que influenciaram nas crescentes situações de violência contra a mulher, que em situações mais drásticas tornaram-se casos de feminicídio. Evidenciou-se que as medidas de isolamento contribuíram para o aumento de casos, eis que submeteram as vítimas de agressão e violência doméstica física e/ou moral a conviverem por um período maior com o agressor, impedindo por sua vez que pudessem buscar orientação e auxílio estatal, visto que isso poderia comprometer o seu bem-estar ou de sua família. O estudo baseou-se em dados bibliográficos e documental de cunho quali-quantitativo por meio da coleta de informações estatísticas divulgadas pelo governo do Estado, com ênfase nas ações de violência doméstica e feminicídios, realizando um comparativo com o ano anterior ao início da referida calamidade pública. Por fim, como forma de combater a crescente violência contra a mulher, o governo do Estado incentivou a criação de mecanismos virtuais que permitissem a todos, com ênfase nas mulheres vítimas de violência, o acesso aos seus direitos e informações, bem como a possibilidade de localizar, contatar e até denunciar quaisquer casos de violência doméstica sofrida ou presenciada, com o intento de diminuir o número de casos enquanto perdurar esta situação de calamidade pública.

Biografia do Autor

Heitor Romero Marques, UCDB

Doutorado em Desarrollo local y planificación territorial, Mestre em educação – formação de professores, Especialista em Filosofia e História da Educação, Bacharel em Pedagogia, Licenciado em Ciências Naturais. Lattes: http://lattes.cnpq.br/6681173217974714    ORCID: http://orcid.org/0000-0003-0093-1617Sitewww.ucdb.br/docentes E-mail heiroma@ucdb.br

Thiago Barbosa de Freitas, Universidade Católica Dom Bosco

Acadêmico do curso de direito. Pesquisador no Grupo de Pesquisa de Economia criativa e solidariedade ativa no território.

http://lattes.cnpq.br/6723183550821793

Cristiane Viegas de Oliveira, Universidade Católica Dom Bosco

Advogada. Bacharel em Educação Física. Mestre em Desenvolvimento local. Doutoranda em Desenvolvimento local pela UCDB. Lattes:: http://lattes.cnpq.br/8254637559028909 Orcid: https://orcid.org/0000-0002-0922-3492  e-mail: cris.doutoradoucdb@gmail.com

Publicado
2022-03-24