ANÁLISE SOBRE AS AÇÕES DE RECUPERAÇÃO DAS JAZIDAS DO PROJETO “EÓLICAS DE CASA NOVA”

Palavras-chave: Agricultura Familiar, Caatinga, Desenvolvimento, Parque Eólico, Reflorestamento

Resumo

A geração comercial de energia eólica causa impactos ao meio ambiente e à população residente nas proximidades dos parques eólicos (DUTRA, 2001; CASTRO, 2009; STAUT, 2011; MENDES, 2016). Por isto, os órgãos ambientais exigiram a realização de ações mitigatórias para a obra da Central Geradora Eólica de Casa Nova. Então, a Chesf, Embrapa e outras instituições elaboraram e executaram o Projeto “Ações de Desenvolvimento para Produtores Agropecuários do Entorno do Parque Eólico de Casa Nova – BA”, e um objetivo foi reflorestar com caatinga a área onde houve a retirada de material utilizado na construção. Este trabalho objetivou responder: Quais os efeitos da recuperação das áreas de jazidas do Projeto “Eólicas de Casa Nova” sobre a vida dos agricultores? Através de relatórios e entrevistas semiestruturadas foi identificada a satisfação dos agricultores com as atividades desenvolvidas, sendo a perfuração de poços artesianos nas propriedades considerada o principal benefício do Projeto.

Biografia do Autor

Cícero Natanael de Oliveira Silva, UFRPE

Mestre em Administração e Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE/PADR). Graduado em Administração pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE/UAST).

Romilson Marques Cabral, UFRPE

Doutor em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Salvador, BA, Brasil

José Lincoln Pinheiro Araújo, Embrapa

Doutor em Ingeniero Agronomo pela Universidad de Córdoba (UCO), Córdoba, Espanha

Rebert Coelho Correia, Embrapa

Mestre em Economia Rural pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, Brasil

Publicado
2021-12-20