A SÍNDROME DE ASPERGER: desafios para a inclusão e a importância da literatura infanto-juvenil

the importance of the juvenile literature as a facilitator of inclusion and prejudice reduction

Palavras-chave: Deficiência. Exclusão social. Literatura.

Resumo

A Síndrome de Asperger (SA) faz parte da família dos Transtornos Invasivos do Desenvolvimento (TID). Dentre a variedade de sinais e sintomas que os indivíduos com SA podem apresentar destacam-se a dificuldade de interação social, além de interesses específicos em objetos e temas não usuais. O presente estudo teve como objetivo apresentar aspectos relacionados à SA, os desafios em termos de inclusão desses indivíduos e a possibilidade do uso da literatura infanto-juvenil como facilitadora neste processo. Por meio da literatura consultada constatou-se que crianças e jovens com SA são frequentemente vítimas de bullying, preconceito e exclusão social na escola, fato este que pode ser minimizado por meio do uso de livros que abordem o tema deficiência. Dessa forma, espera-se que as crianças cresçam, se desenvolvam e se tornem cidadãos com um olhar diferenciado sobre a deficiência, livre de preconceitos e pré-julgamentos. A inclusão é um processo complexo, porém deve naturalmente fazer parte da vida das crianças, preferencialmente de uma forma leve, lúdica e precoce.

Biografia do Autor

Lucimar da Silva Marques, UNISUAM

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Local; Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

lucmac41@gmail.com

Thalita Ponce Sobral, UFRJ

Mestre em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, RJ, Brasil

thalita_ponce@hotmail.com

 

Patrícia dos Santos Vigário, UNISUAM

Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Local; Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

patriciavigario@yahoo.com.br

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM-IV-TR: Manual Diagnóstico Estatístico de Transtornos Mentais. 5 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2003.

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-V. 5 ed. Washington, DC: American Psychiatric Association Publishing, 2013.

ASPERGER, H. 'Autistic Psychopathy' in childhood. In: FRITH, U (ed). Autism and Asperger Syndrome. Cambridge: Cambridge University Press, 1992. p. 37-62.

BALFE, M.; TANTAM, D. A descriptive social and health profile of a community sample of adults and adolescents with Asperger syndrome. BMC Research Notes, [S.l.], v. 3, n. 300, p. 1-7, Nov. 2010.

BAZZO, J. A agência da noção de bullying no contexto brasileiro a partir da etnografia de uma experiência escolar. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 23, n. 49, p. 203-231, set./dez. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ha/v23n49/0104-7183-ha-23-49-00203.pdf. Acesso em: 10 nov. 2020.

BEGGIATO, A. et al. Gender differences in autism spectrum disorders: divergence among specific core symptoms. Autism Research, [S.l.], v. 10, n. 4, p. 680-689, 2017.

BRASIL. Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm#.Acesso em: 10 nov. 2020.

DAVIDSON, C. et al. Prevalence of Asperger syndrome among patients of an Early Intervention in Psychosis team. Early Intervention Psychiatry, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 138-146, 2014.

FOGLER, J. M. et al. High-Functioning Autism, Severe Anxiety, and Bullying in a 26 Year Old. Journal of Developmental Behavioral Pediatrics, [S.l.], v. 40, n. 4, p. 312-314, May. 2019.

HOFVANDER, B. et al. Psychiatric and psychosocial problems in adults with normal-intelligence autism spectrum disorders. BMC Psychiatry, [S.l.], v. 9, n. 35, p. 1-9, Jun. 2009.

IBGE. Censo Demográfico 2010: Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro, IBGE, 2010.

JADAMBAA, A. et al. The contribution of bullying victimisation to the burden of anxiety and depressive disorders in Australia. Epidemiology and Psychiatric Sciences, [S.l.], v. 29, n. 54, p. 1-23, 2019. Disponível em: https://www.cambridge.org/core/journals/epidemiology-and-psychiatric-sciences/article/contribution-of-bullying-victimisation-to-the-burden-of-anxiety-and-depressive-disorders-in-australia/F1AB0B73B69593EE97711DD8C7A2CF18. Acesso em: 10 nov. 2020.

KODISH, T. et al. Bullying, Depression, and Suicide Risk in a Pediatric Primary Care Sample. The Journal of Crisis Intervention and Suicide Prevention, [S.l.], v.37, n. 3, p. 241-246, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/299654911_Bullying_Depression_and_Suicide_Risk_in_a_Pediatric_Primary_Care_Sample. Acesso em: 2 nov. 2020.

LEONTIEV, A. N. Actividade, consciencia y personalidad. Buenos Aires: Ciencias Del Hombre, 1978.

LINDSAY, S.; MCPHERSON, A.C. Experiences of social exclusion and bullying at school among children and youth with cerebral palsy. Disability and Rehabilitation, [S.l.], v. 34, n. 2, p. 101-109, 2012. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/51598989_Experiences_of_social_exclusion_and_bullying_at_school_among_children_and_youth_with_cerebral_palsy. Acesso em: 2 nov. 2020.

MARIA, E.I.R.; VALENTE, T.A. Literatura infantil: uma possibilidade de inclusão. Paraná: Governo do Estado do Paraná, 2013. (Cadernos PDE, v. 1). Versão online. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_uenp_port_artigo_elizangela_idalgo_regallo_maria. Acesso em: 4 nov. 2020.

MATTILA, M. L. et al. An Epidemiological and Diagnostic Study of Asperger Syndrome According to Four Sets of Diagnostic Criteria. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, [S.l.],v. 46, n. 5, p. 636-646, 2007.

MCPARTLAND, J.; KLIN, A. Asperger's syndrome. Adolescent Medicine Clinics, [S.l.], v. 17, n. 3, p. 771-788, Oct. 2006.

MELLO, A. G.; NUERNBERG, A. H. Gênero e deficiência: interseções e perspectivas. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 20, n. 3, p. 635-655, set./dez. 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2012000300003. Acesso em: 4 nov. 2020

MIRKOVIC, B.; GÉRARDIN, P. Asperger's syndrome: what to consider? L'Encéphale, [S.l.], v. 45, n. 2, p. 169-174, Apr. 2019.

MUHLE, R. B. A.; TRENTACOSTE, S. V.; RAPIN, I. The genetics of autism. Pediatrics, [S.l.], v. 113, n. 5, p. 472-86, 2004.

NASCIMENTO, L. B. P. A importância da inclusão escolar desde a educação infantil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Pedagogia) – Faculdade Formação de Professores. Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: http://www.ffp.uerj.br/arquivos/dedu/monografias/2014/La%C3%ADs%20Barros%20Pinto%20do%20Nascimento.pdf. Acesso em: 3 nov. 2020

OLWEUS, D. Bullying at school: what it is and what we can do. United Kingdom: Blackwell, 1993.

PROCTER, P. (ed.). Cambridge International Dictionary of English. Cambridge: Cambridge University Press, 1995.

RETTEW, D. C.; PAWLOWSKI, S. Bullying. Child and Adolescent Psychiatric Clinics of North America, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 235–242, Apr. 2016.

SANDOVAL-ATO, R. et al. Riesgo suicida asociado a bullying y depresión en escolares de secundaria. Revista Chilena de Pediatría, [S.l.], v. 89. n. 2, p. 208-215, 2018. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/323771301_Riesgo_suicida_asociado_a_bullying_y_depresion_en_escolares_de_secundaria. Acesso em: 4 nov. 2020

SILVA, J. L. et al. Prevalência da prática de bullying referida por estudantes brasileiros: dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, 2015. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 28, n. 2, e2018178, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222019000200304. Acesso em: 3 nov. 2020.

SILVA NETO, A. O. et al. Educação inclusiva: uma escola para todos. Revista Educação Especial, Santa Maria v. 31, n. 60, p. 81-92, jan./mar. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/24091. Acesso em: 2 nov. 2020

TARAZI, F. I. et al. Asperger's syndrome: diagnosis, comorbidity and therapy. Expert Review of Neurothererapeutics, [S.l.], v. 15, n. 3 p. 281-293, Mar. 2015.

UNITED NATIONS. Convention on the rights of persons with disabilities. New York: United Nations, 2007. Disponível em: https://www.un.org/disabilities/documents/convention/convoptprot-e.pdf. Acesso em: 2 nov.2020.

US DEPARTMENT OF HEALTH & HUMAN SERVICES. How to talk about bullying, [2020?]. Stopbullying Disponível em: www.stopbullying.gov. Acesso em: 11 set. 2020.

VIGOTSKI, L. S. Manuscrito de 1929. Educação & Sociedade, [S.l.], Ano 21, n.71, p. 21- 44, jul. 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v21n71/a02v2171.pdf. Acesso em: 2 nov.2020.

WING, L. Asperger’s syndrome: a clinical account. Psychological Medicine, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 115-129, Feb. 1981.

WOODBURY-SMITH, M.R.; VOLKMAR, F.R. Asperger syndrome. European Child & Adolescent Psychiatry, [S.l.], v. 18, n. 1, p. 2-11, Jan. 2009.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. World report on disability 2011. World Health Organization, New York, [2011?]. Disponível em: https://www.who.int/disabilities/world_report/2011/report/en/. Acesso em: 4 nov. 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. 10 Facts on disabilities. World Health Organization, New York, 2018. Disponível em: https://www.who.int/news-room/facts-in-pictures/detail/disabilities. Acesso em: 04 nov. 2020.
Publicado
2021-03-01