A PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19): considerações sobre o neoliberalismo e o estado de bem-estar social nas ações governamentais

THE NEW CORONAVIRUS PANDEMIC (COVID-19) CONSIDERATIONS ON NEOLIBERALISM AND THE STATE OF SOCIAL WELFARE IN GOVERNMENTAL ACTIONS

  • Marcus Alexandre de Pádua Cavalcanti Bastos UFRJ
  • Eliane Cristina Tenório Cavalcanti UFRJ
  • Elisabeth Almenara da Silva UERJ
  • Nathan da Costa Cavalcanti Bastos UNESA
Palavras-chave: Pandemia, Welfare state, Neoliberalismo

Resumo

A crise gerada pelo novo coronavírus traz preocupações cada vez maiores entre as nações de todos os continentes e já altera profundamente as relações políticas e econômicas em escala global. Os impactos causados pela pandemia do coronavírus têm feito com que os países revejam as suas políticas publicas e levantem questionamentos sobre o sistema capitalista enquanto sistema social predominante. Há um reposicionamento de alguns Estados no sentido de adotar um modelo social, político e econômico  que garanta a todos os cidadãos padrões mínimos de saúde e seguridade social. Destarte, o presente artigo tem como objetivo apontar a importância do Estado de Bem-estar Social, seus benefícios em relação às políticas públicas, como é o caso do serviço de saúde pública. Nesse artigo, partimos do pressuposto de que a pandemia gerada pelo coronavírus expõe a fragilidade do modelo neoliberal brasileiro na contenção da crise, uma vez que esse modelo preconiza uma drástica redução do papel do estado na economia favorecendo o setor privado. Com o objetivo de abrir caminho para uma reflexão acerca desta problemática tomaremos como base o materialismo dialético que propõe busca pela explicação dos fenômenos da realidade a partir de condições estritamente concretas. O artigo foi desenvolvido a partir de pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa.

Biografia do Autor

Marcus Alexandre de Pádua Cavalcanti Bastos, UFRJ

Doutor em Educação em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Eliane Cristina Tenório Cavalcanti, UFRJ

Doutoranda em Educação em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Elisabeth Almenara da Silva, UERJ

Bacharel em Pedagogia e Licenciatura em Estudos Sociais Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Nathan da Costa Cavalcanti Bastos, UNESA

Bacharelando em Farmácia, Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Referências

ANDERSON, P. Balanço do neoliberalismo. In: SADER, Emir; GENTILI, Pablo (orgs.) Pósneoliberalismo: as políticas sociais e o estado democrático. São Paulo: Paz e Terra, 1995. p. 9-23.

AZEVEDO, P. F. de. Direito, justiça social e neoliberalismo. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1999.

BADIOU: Sobre a situação epidêmica. Blog da Boitempo, [S. l.], 2020. Disponível em: https://blogdaboitempo.com.br/2020/04/08/badiou-sobre-a-situacao-epidemica/. Acesso em: 17 abr. 2020.

BEHRING, E. Política social no contexto da crise capitalista. In: CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL; ASSOSSIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO E PESQUISA EM SERVIÇO SOCIAL. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ ABEPSS, 2009.

BIHR, A. Pour une socialisation de l’appareil sanitaire (le cas de la France). In: DAVIS, Mike et al. Coronavírus e a luta de classes. Brasil: Terra sem Amos, 2020.

CANDIOTTO, C. Neoliberalismo e democracia. Princípios: revista de filosofia (UFRN), [S. l.], v. 19, n. 32, p. 153-179, jun./dez. 2012. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/principios/article/view/7568. Acesso em: 5 jan. 2020.

DEUTSCHER, I. Marxismo, guerras e revoluções: ensaios de quatro décadas. São Paulo: Editora Ática, 2008.

FALEIROS, V. P. A reforma do estado no período FHC e as propostas do governo Lula. INESC, [S. l.], p. 35-55, 2004.

FIORI, J. L. Globalização, hegemonia e império. In: FIORI, J. L. (org.). Estados e moedas no desenvolvimento das nações. Petrópolis: Vozes, 1997.

ESPING-ANDERSEN, G. The Three Worlds of Welfare Capitalism. Princeton University Press, New Jersey, c1990.

FILGUEIRAS, L. História do Plano Real: fundamentos, impactos e contradições. São Paulo: Boitempo, 2003.

FUKUYAMA, F. O Fim da História e o Último Homem. São Paulo: Rocco, 1992.

GOMES, F. G. Conflito social e welfare state: Estado e desenvolvimento social no Brasil. Revista de Administração Pública, v. 40, n. 2, p. 201-234, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-
76122006000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 5 jan. 2020.

HARVEY, D. Política Anticapitalista em Tempos de COVID-19. In: DAVIS, Mike et al. Coronavírus e a luta de classes. Brasil: Terra sem Amos, 2020.

JABBOUR, E. China hoje: projeto nacional, desenvolvimento e socialismo de mercado. São Paulo: Anita Garibaldi: Fundação Maurício Grabois; Paraíba: EDUEPB, 2012.

LANA, R. M. Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 3, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-
311X2020000300301. Acesso em: 5 jan. 2020.

LEME, A. A. Neoliberalismo, globalização e reformas do estado: reflexões acerca da temática. Barbaroi, Santa Cruz do Sul, n. 32, jan./jul. 2010. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/263258084_Neoliberalismo_globalizacao_e_refo
rmas_do_estado_reflexoes_acerca_da_tematica. Acesso em: 5 jan. 2020.

LOBATO, L. de V. C. Políticas sociais e modelos de bem-estar social: fragilidades do caso brasileiro. Saúde debate, Rio de Janeiro, v. 40, n. especial, p. 87-97, dez. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-
11042016000500087&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 5 jan. 2020.

LOPES, C. Crescimento econômico e desigualdade: As novidades pós-Consenso de Washington. Revista Crítica de Ciências Sociais, v. 94, número não temático, 2011. Disponível em: https://journals.openedition.org/rccs/1475. Acesso em: 5 jan. 2020.

MADEIRO, Â.T. Financiamento das políticas públicas, especificidade da assistência social: um estudo do FMAS (fundo municipal de assistência social) do município de Fortaleza no período de 2006 a 2009. 2013. Dissertação (Mestrado Acadêmico Em Políticas Públicas E Sociedade) - Centro De Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2013. Disponível em: http://uece.br/politicasuece/dmdocuments/angela_madeiro.pdf.
Acesso em: 5 jan. 2020.

MARX, K. Contribuição a crítica da economia política. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008. Disponível em:
https://gpect.files.wordpress.com/2013/11/contribuicao_a_critica_da_economia_politica.pdf. Acesso em: 5 jan. 2020.

MENEZES, P. Um plano de combate à pandemia proposto por conservadores americanos. Gazeta do Povo, [S. l.], 2020. Disponível em:
https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/pedro-menezes/um-plano-de-combate-apandemia-proposto-por-conservadores-americanos/. Acesso em: 17 abr. 2020.

MISHRA, R. Society and Social Policy: theories and practice of welfare. London: Basingstoke: The Macmillan Press, 2018.

MOTTA, R. P. S. Em guarda contra o perigo vermelho: o anticomunismo no Brasil (1917-1964). São Paulo: Perspectiva: Fapesp, 2002.

O QUE é uma PEC e como funciona?. Direitos Brasil, [S. l.: s. d.]. Disponível em: http://direitosbrasil.com/pec-o-que-e-e-como-funciona/. Acesso em: 5 jan. 2020.

REIS, F. W. Estado Liberal, Projeto Nacional, Questão Social. In: REIS, F. W. Mercado e Utopia. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Socais, 2009. p. 418-444. Disponível em: http://books.scielo.org/id/v7ywf/pdf/reis-9788599662793-15.pdf. Acesso em: 5 jan. 2020.

RODRIGUES, A. Políticas Sociais e Política de Saúde. Revista Discente do Progrma de PósGraduação em História, v. 2, n. 3, jan./jun. 2016. Disponível em: https://www.ufjf.br/facesdeclio/files/2014/09/3.Artigo-D9.Adebiano.pdf. Acesso em: 5 jan. 2020.

ROLNIK, R. Late neoliberalism: the financialization of homeownership and housing rights. International Journal of Urban and Regional Research, v. 37, n. 3, p. 1058-1066, 2013. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/1468-2427.12062. Acesso em: 5 jan. 2020.

SCHMIDT, S. China - A welfare state?: the development of the welfare effort in a multidimensional context. 2012. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) – Faculty Of Management And Governance, University Of Twente, Enschede, 2012.

STRECK, L. L.; BOLZAN DE MORAIS, J. L. Ciência política e teoria do estado. 7. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2010.

VIANA, A. L.; LEVCOVITZ, E. Proteção social: introduzindo o debate. In: VIANA, A. L.; ELIAS. P.; Ibañez, N. (Orgs.). Proteção social: dilemas e desafios. São Paulo: Hucitec, 2010. p. 15-57.
Publicado
2020-10-15