MUDANÇAS POLÍTICAS E ECONÔMICAS QUE CONTRIBUÍRAM PARA O PANORAMA ATUAL BRASILEIRO DO MERCADO DE TRABALHO E EMPREGO

Palavras-chave: Desemprego. Brasil. Trabalho. Emprego. Mercado.

Resumo

Partindo de revisões bibliográficas de uma literatura voltada aos processos de formação e conceituação do termo “trabalho” e de suas ressignificações a partir do espaço e do tempo, compreende-se seu entendimento atual. Tendo observado o progresso histórico do labor, é possível traçar um panorama associando o conceito às fases pela qual o mercado, o trabalho e o emprego passaram no cenário nacional. Dessa maneira, traça-se um paralelo entre a relação do homem com o trabalho e pode-se definir a partir dessa relação uma sessão histórica do desemprego e de sua importância como definidor da sociedade brasileira, desde a virada do século XX até os dias de hoje.

 

Referências

ADVFN. Pnad. 2019. Disponível em: https://br.advfn.com/indicadores/pnad. Acesso em: 21 maio de 2019.

ARANDIA, A. K. O mercado de trabalho frente a crise dos anos 80 e aos planos de estabilização. Indicadores Econômicos, v. 18, n. p. 148-164, 1991.

BARRUCHO, L. 50 anos do AI-5: Os números por trás do 'milagre econômico' da ditadura no Brasil, BBC NEWS, dez. 2018. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-45960213/. Acesso em: 13/10/2019.

BARBOSA, A. F. O Mercado de Trabalho Antes de 1930. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, ed. 80, p. 91-106, mar. 2008.

BÍBLIA, A. T. Genesis. In: BÍBLIA. Português. Sagrada Bíblia Católica: Antigo e Novo Testamentos. São Paulo: Sociedade Bíblica de Aparecida, 2008. Gn. 3:19.

BIVAR, W. S. B. Aspectos da estrutura do desemprego no Brasil: composição por sexo e duração. Rio de Janeiro: BNDES, 1993. 101p. 17º Prêmio BNDES de Economia, 1993; originalmente apresentada como Dissertação (Mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 1991.

BRASIL. Decreto-lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017. Brasília, DF: Presidência da República: 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/l13467.htm. Acesso em 20 maio de 2019.

BRASIL. Decreto-lei nº 13.429, de 31 de março de 2017. Brasília, DF: Presidência da República: 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13429.htm. Acesso em 20 maio de 2019.

CATTANI, A. (Org.). Trabalho e tecnologia: dicionário crítico. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 292.

CHRISTO, D. C. Evolução do desemprego no Brasil de 1995 a 2010: análise dos governos FHC e Lula. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) –
Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/97647. Acesso em 19 maio 2018.

FARIA, L. A. E. Aquém da estagnação: 10 anos do Plano Real. Indicadores Econômicos FEE, Porto Alegre, v. 32, n. 2, 2004, p. 175-196.

GERALDO, E. A “lei de cotas” de 1934: controle de estrangeiros no Brasil. Cadernos AEL, Campinas, v. 15, n. 27, 2009.

HUMPHREY, J. Fazendo o “milagre”. Controle capitalista e luta operária na indústria automobilística brasileira. São Paulo: Vozes, 1982.

IBGE. Estatísticas do século XX. Rio de Janeiro, 2007.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: 2019. Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/educacao/9171-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-mensal.html?=&t=destaques. Acesso em 11 out 2020.

KURZ, R. A origem destrutiva do capitalismo: modernidade econômica encontra suas origens no armamentismo militar. Folha de São Paulo, São Paulo, 30 mar. 1997, c.5, p.3.

LAZZARESCHI, N. Trabalho ou emprego? São Paulo: Paulus, 2007.

LUCENA, Maria Diva da Salete. Avaliação de desempenho. São Paulo: Atlas, 1995.

MENDES, A. M. M. Subsídios para uma Teoria das crises políticas. In: Livro de Actas do 4º Congresso da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação, Aveiro, SOPCOM , p. 765-774. Comunicação apresentada ao Iº Congresso Ibercom, Málaga, 2001. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/mendes-antonio-subsidios-teoria-crises-politicas.pdf. Acesso em: 20 maio de 2019.

MORETTO, A.; POCHMANN, M. A retomada do emprego numa economia em marcha lenta: implicações para as políticas públicas de mercado de trabalho. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 14, 2004, Caxambu. Anais [...]. Caxambu: ABEP, 2004.

PEIXOTO, V.; CRESPO, R. A. A crise política brasileira dos anos 2000 e o governo de Michel Temer. Em construção: arquivos de epistemologia histórica e estudo de ciência, v. 4, p 132-145. 2018.

PEDROSO, M. O trabalho e suas transformações: uma análise sobre o brasil no final do século 20. UNIJUI, 2019.

PENIDO, M.; MACHADO, A. F. Desemprego: evidências na duração do Brasil metropolitano. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 13., 2002, Ouro Preto. Anais [...]. Ouro Preto: abep, 2002.

SAVIANI, D. O legado educacional do regime militar. Cadernos Cedes, Campinas, v. 28, n. 76, p. 291-312, set./dez. 2008. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br.

SOUZA, A. P. A. Os direitos sociais na Era Vargas: a Previdência Social no processo histórico de constituição dos Direitos Sociais no Brasil. São Luís, 2005.

WOLECK, A. O trabalho, a ocupação e o emprego: Uma perspectiva histórica. Revista de Divulgação Técnico-científica do Instituto Catarinense de Pós-Graduação, v. 1, p. 33-39, jan. 2002.
Publicado
2021-03-01