ATENDIMENTO PSICOLÓGICO DE PACIENTES COM COVID-19 EM DESMAME VENTILATÓRIO: proposta de protocolo

Palavras-chave: Psicologia, Ventilação Mecânica, Protocolo, Coronavírus, Unidade de Terapia Intensiva

Resumo

A pandemia do novo Coronavírus (SARS-CoV-2), causador da doença COVID-19, tem desencadeado impactos sanitários, econômicos e psicossociais. No contexto hospitalar, os pacientes que apresentam sintomas graves da doença podem passar pela intubação e posterior desmame ventilatório na UTI, apresentando frequentemente reações emocionais negativas. O presente estudo buscou investigar esse fenômeno com o objetivo de elaborar um protocolo de atendimento psicológico que subsidie o desenvolvimento de estratégias e intervenções em saúde mental direcionadas aos pacientes com COVID-19 em desmame ventilatório. Utilizou-se a metodologia qualitativa e, na coleta de dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas e observação participante interventiva em um hospital geral público, localizado no município de médio porte da região Nordeste. Os dados foram analisados através da Análise de Conteúdo e as categorias que emergentes subsidiaram a construção do instrumento. O resultado da pesquisa proporcionou a elaboração de um protocolo de psicologia dividido em 12 tópicos, nos quais norteiam a avaliação e intervenção nos aspectos psicológicos envolvidos, principalmente ansiedade, medo, solidão e estigma. Conclui-se que a operacionalização e a sistematização da prática através dessa pesquisa instrumentalizam e aprimoram a atuação da psicologia hospitalar na UTI, podendo proporcionar uma melhoria na assistência prestada ao paciente com COVID-19 no SUS.

Biografia do Autor

Andréa Batista de Andrade Castelo Branco, UFC

Professora da Universidade Federal do Ceará (UFC). Doutora em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), com o apoio financeiro da CAPES. Mestre em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com o apoio financeiro da CAPES. Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Psicoterapeuta com formação em Abordagem Centrada na Pessoa (ACP). Exerce atividades docentes de ensino na graduação e na pós-graduação, ministrando disciplinas que versam sobre Psicologia da Saúde, Psicologia Hospitalar e Pesquisa Qualitativa. Coordenadora do projeto de pesquisa: Atuação do psicólogo humanista no contexto hospitalar. Professora do mestrado profissional em Psicologia da Saúde (IMS-UFBA).

Karla Driele da Silva Alves Arruda, UFBA

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia. Pós graduada em Urgência pelo Programa de Residência Multidisciplinar em Urgência, vinculado ao Hospital Geral de Vitória da Conquista e Instituto Multidisciplinar em Saúde da Universidade Federal da Bahia. Mestranda em Psicologia da Saúde (UFBA).

Referências

AZEVEDO, A. V. S.; CREPALDI, M. A. A psicologia no hospital geral: aspectos históricos, conceituais e práticos. Estudos de Psicologia (Campinas), Campinas, v. 33, n. 4, p. 573-585, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-166X2016000400573&script=sci_arttext. Acesso em: 5 abr. 2020.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BITENCOURT, A. G. V. et al. Análise de estressores para o paciente em Unidade de Terapia Intensiva. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 53-59, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-507X2007000100007&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 5 abr. 2020.

BRASIL. Plano de contingência nacional para infecção humana pelo novo coronavírus COVID-19: centro de operações de emergências em saúde pública: COE-COVID-19. Brasília, DF: Ministério da Saúde: Secretaria de Vigilância em Saúde, 2020a. Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/Livreto-Plano-de-Contingencia-5-Corona2020-210x297-16mar.pdf. Acesso em: 5 abr. 2020.

BRASIL. Portaria nº 639, de 31 de março de 2020. Dispõe sobre a ação estratégica "o Brasil conta comigo - profissionais da saúde", voltada à capacitação e ao cadastramento de profissionais da área de saúde, para o enfrentamento à pandemia do coronavírus (COVID-19). Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2020b. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-639-de-31-de-marco-de-2020-250847738. Acesso em: 5 abr. 2020.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Nota orientativa às(aos) psicólogas(os): trabalho voluntário e publicidade em psicologia, diante do coronavírus (COVID-19). Brasília, DF: CFP, 2020.

CUNHA, F. A.; OLIVEIRA, A. F. Complications arising from mechanical ventilation to the patient of units of adult intensive therapy (icu). Revista Pesquisa em Saúde, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 138-161, 2018, Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/eea9/0d5aea9bf463e669bb289d3bd2659f778ddb.pdf. Acesso em: 5 abr. 2020.

DUAN, L.; ZHU, G. Psychological interventions for people affected by the COVID-19 epidemic. The Lancet Psychiatry, [S. l.], v. 7, n. 4, p. 300-302, 2020. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lanpsy/article/PIIS2215-0366(20)30073-0/fulltext. Acesso em: 5 abr. 2020.

DUARTE, T. L. et al. Repercussões psicológicas do isolamento de contato: uma revisão. Psicologia Hospitalar, São Paulo, v. 13, n. 2, p. 88-113, 2015. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-74092015000200006. Acesso em: 5 abr. 2020.

ESPINHA, T. G.; AMATUZZI, M. M. O cuidado e as vivências de internação em um hospital geral. Psicologia: teoria e pesquisa, Brasília, v. 24, n. 4, p. 477-485, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-37722008000400011&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 5 abr. 2020.

GOLDWASSER, R. et al. Desmame e interrupção da ventilação mecânica. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, São Paulo, v. 19, n. 3, p. 384-392, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-507X2007000300021&script=sci_arttext. Acesso em: 5 abr. 2020.

GUIMARÃES NETO, A. C.; PORTO, J. D. S. Utilização de instrumentos de avaliação psicológica no contexto hospitalar: uma análise da produção brasileira. Revista da SBPH, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 66-88, 2017. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-08582017000200005. Acesso em: 5 abr. 2020.

KANFER, F. H.; SASLOW, G. An outline for behavioral diagnosis. Behavior therapy assessment, [S. l.], p. 495-506, 1976.

KOHLENBERG, R.; TSAI, M. Psicoterapia analítica funcional: criando relações intensas e curativas. Santo André: ESETec, 2001.

KOK, V. C. Compassionate extubation for a peaceful death in the setting of a community hospital: a case-series study. Clinical interventions in aging, [S. l.], v. 10, p. 679, 2015. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4396346/. Acesso em: 5 abr. 2020.

MARTINS, A.; SILVA, A.; NÊVEDA, R. Ajustamento psicológico de doentes com insuficiência respiratória crónica em ventilação mecânica domiciliária. Revista Portuguesa de Psicossomática, [S. l.], v. 7, n. 1-2, p. 125-137, 2005. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/287/28770210.pdf. Acesso em: 5 abr. 2020.

NATIONAL HEALTH COMMISSION OF THE PEOPLE'S REPUBLIC OF CHINA. Notice on the issuance of guidelines for the emergency psychological crisis intervention of pneumonia outbreaks of new coronavirus infections. [China], 2020. Disponível em: http://www.nhc.gov.cn/xcs/zhengcwj/202001/6adc08b966594253b2b791be5c3b9467.shtml. Acesso em: 5 abr. 2020.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE (Brasil). Folha informativa – COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus). Brasília, DF: OMS, 2020. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875. Acesso em: 5 abr. 2020.

PHAM, T.; BROCHARD, L. J.; SLUTSKY, A. S. Mechanical ventilation: state of the art. Mayo Clinic Proceedings, [S. l.], v. 92, n. 9, p. 1382-1400, 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0025619617303245. Acesso em: 5 abr. 2020.

PRESTO, B.; DAMÁZIO, L. Fisioterapia na UTI. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

ROMANO, B. W. Princípios para a pratica da psicologia clínica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1999.

SILVA, L. A. et al. Protocolo de avalialiação psicológica em hospitais: humanização do atendimento. Revista Semioses, [S. l.], v. 10, n. 3, p. 13-20, 2016. Disponível em: http://apl.unisuam.edu.br/revistas/index.php/Semioses/article/view/1981996X.2016v10n3p13/849. Acesso em: 5 abr. 2020.

SILVA, S. G.; NASCIMENTO, E. R. P.; SALLES, R. K. Bundle to prevent ventilator-associated pneumonia: a collective construction. Text And Context Nursing, Florianopolis, v. 21, n. 4, p. 837-844, 2012. Disponível em: http://www.index-f.com/textocontexto/2012pdf/e21-837.pdf. Acesso em: 5 abr. 2020.

VARGAS, M. H. M.; SCHERF, M. F.; SOUZA, B. S. Principais critérios relacionados ao sucesso e insucesso do desmame da ventilação mecânica invasiva. Revista Saúde Integrada, [S. l.], v. 12, n. 23, p. 162-177, 2019. Disponível em: http://local.cnecsan.edu.br/revistas/index.php/saude/article/view/717. Acesso em: 5 abr. 2020.

VIEIRA, M. F. C.; OLIVEIRA, M. L. C. Protocolo de atendimento psicológico em um serviço de reprodução humana assistida do sistema único de saúde-SUS. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 34, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ptp/v34/1806-3446-ptp-34-e3449.pdf. Acesso em: 5 abr. 2020.

YUKI, M.; SCHUG, J. Psychological consequences of relational mobility. Current Opinion in Psychology, [S. l.], v. 32, p. 129-132, 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2352250X19301095. Acesso em: 5 abr. 2020.

ZHANG, J. et al. Recommended psychological crisis intervention response to the 2019 novel coronavirus pneumonia outbreak in China: a model of West China Hospital. Precision Clinical Medicine, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 3-8, 2020. Disponível em: https://academic.oup.com/pcm/article/3/1/3/5739969. Acesso em: 5 abr. 2020.
Publicado
2020-06-03