TEXTO E (PRE)TEXTO NA ANÁLISE DO DISCURSO

Palavras-chave: outro, Outro, sujeito, linguagem

Resumo

Neste artigo, analisamos o discurso do O/outro a partir de um texto jornalístico e de uma tirinha que abordam uma problemática social da região sudeste. Tais textos foram apresentados a alguns alunos do ensino médio com o objetivo de registrar o que interpretaram e compreenderam deles. Através dos registros dos discentes, analisamos o discurso do sujeito assujeitado não só sob a ótica discursiva, mas também através do conceito de inconsciente na psicanálise. Este trabalho tem como principais bases teóricas os trabalhos de SirioPossenti, Dominique Maingueneau e Jacques Lacan. O estudo justifica-se pela teoria estruturalista que apresenta o sujeito do discurso como assujeitado e tem como finalidade responder às seguintes perguntas: que fator linguístico novo é introduzido na tirinha para passar o mesmo enunciado de um texto jornalístico? Como o autor da tirinha usa a parole (fala)? Qual efeito que o novo enunciado da fala do outro transmite ao interlocutor (alunos do ensino médio)? Este artigo não pretende esgotar o tema, no entanto fornece considerações sobre o discurso do sujeito e o papel do O/outro inserido no discurso.

Referências

ANTUNES, I. Lutar com palavras: coesão e coerência. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.

AUTHIER-REVUZ, J. Heterogeneidade enunciativa. Campinas: IEL, 1990. (Cadernos de estudos linguísticos, 19).

AUTHIER-REVUZ, J. Heterogeneidade mostrada e heterogeneidade constitutiva: elementos para uma abordagem do outro no discurso. In: AUTHIER-REVUZ, J. Entre a transparência e a opacidade: um estudo enunciativo do sentido. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 11-80.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Tradução: Luiz Felipe Baeta Neves. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005.

ILARI, R. O estruturalismo linguístico: alguns caminhos. In: MUSSALIN, F.; BENTES, A. C. Introdução à linguística: fundamentos epistemológicos. São Paulo: Cortez, 2004.

KLEIMAN, A. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. 15. ed. Campinas: Pontes Editores, 2013.

LACAN, J. O Seminário Livro 1: os escritos técnicos de Freud. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1986. Texto original publicado em 1975.

LACAN, J. O seminário, livro 2: o eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1985. Texto original publicado em 1978.

LACAN, J. Le séminaire, livre XXIII: le sinthome. Paris: Seuil, 2005.

LEITE, F.; ITALIANI, R. Rodízio de 4 dias sem água para dois pode ser adotado pela Sabesp em março. O Estado de São Paulo, São Paulo, 25 fev. 2015.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. 3. ed. São Paulo: UNICAMP, 1997.

PÊCHEUX, M.; FUCHS, C. A propósito da Análise do Discurso: atualização e perspectivas. In: GADET, F.; HAK, T. (Org.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução a obra de Michel Pêcheux. Tradução: Bethânia S. Mariani et al. 3 ed. Campinas, SP: UNICAMP, 1997.

POSSENTI, S. Questões para analistas do discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

SAUSSURE, F. Curso de linguística geral. 27. ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

UOL. Falta de água: Charges retratam a crise hídrica do país. UOL notícias, [S.l.], 2015. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/album/mobile/2015/01/29/charges-retratam-a-crise-hidrica-do-pais.htm#fotoNav=16. Acesso em: 20 jun. 2019.

VOTRE, S. J.; NARO, A. J. Mecanismos funcionais do uso da língua. In: MACEDO, A.; RONCARATI, C.; MOLLICA, M. C. (Org.). Variação e discurso. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996.
Publicado
2019-07-09
Como Citar
Soares, C., Saleme Maciel Gondim, D., & Pires da Silva Avila Fra, A. H. (2019). TEXTO E (PRE)TEXTO NA ANÁLISE DO DISCURSO. Revista Augustus, 24(47), 77-91. https://doi.org/https://doi.org/10.15202/1981896.2019v24n47p77