COMPARAÇÃO ENTRE O MÉTODO DA LARGURA EFETIVA E O MÉTODO DA RESISTÊNCIA DIRETA NO DIMENSIONAMENTO DE PERFIS CARTOLA FORMADOS A FRIO SUBMETIDOS À COMPRESSÃO

  • Daniel Carlos Santos Filho Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
  • Ricardo Rodrigues de Araujo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
Palavras-chave: Perfis formados a frio, Flambagem, Barras Comprimidas, Método da Resistência Direta, Método da Largura Efetiva

Resumo

Este trabalho trata do dimensionamento de perfis de seção cartola através do Método da Largura Efetiva e do Método da Resistência Direta, ambos presentes na Norma Brasileira ABNT NBR 14762:2010,  visando comparar os valores encontrados. O programa GBTUL, baseado na Teoria Generalizada de Vigas (GBT), foi utilizado para determinar as cargas críticas de flambagem elástica. Observou-se a equiparação entre os valores determinados pelos dois métodos quando a carga axial de flambagem global elástica utilizada no MRD era determinada pelas prescrições da ABNT NBR 14762:2010. Nos casos em que os valores da carga global foram extraídos do GBTUL, os resultados se mostraram muito irregulares comparados com os do MLE. Constatou-se também que as propriedades geométricas calculadas pelo GBTUL para os perfis estudados apresentaram discrepâncias significativas em relação às apresentadas na ABNT NBR 6355:2012, podendo este ser o motivo da incoerência das cargas de flambagem global elástica fornecidas pelo GBTUL.

Publicado
2022-07-03
Seção
Engenharias