Sistema de impermeabilização: Método de aplicação em fundações

  • Clézio Thadeu de Souza Dutra Professor do Departamento de Engenharia Civil CEFET-RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Visi Paulo Lumuangiki Engenheiro Civil pelo CEFET-RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Vinicius Araújo de Souza Dutra Mestrando em gestão em construção civil - Universidade Federal Fluminense (UFF)
Palavras-chave: Impermeabilização. Pressão Hidrostática. Fundações.

Resumo

O trabalho visa detalhar os possíveis impermeabilizantes para áreas de subsolos como paredes diafragmas. Também são referidas as fundações passiveis de serem impermeabilizadas: sapatas (isoladas, corridas ou vigas), estacas (topo ou maciço de encabeçamento), desta forma, os projetos arquitetônicos são concebidos sempre visando ao máximo o aproveitamento destas áreas. Os pavimentos inferiores são bastante afetados pela água. Pois estão sujeitos a maiores concentrações de água da chuva e influência do lençol freático. Apresentando materiais e métodos mais indicados para esta situação, assim como os pontos que merecem um cuidado especial. São referidas também as anomalias correntes em fundações e nos materiais que as protegem. É possível ainda abordar técnicas de reabilitação, focando-se fundamentalmente em radier. Serão detalhadas todas as situações das obras e soluções escolhidas em cada caso.

Biografia do Autor

Clézio Thadeu de Souza Dutra, Professor do Departamento de Engenharia Civil CEFET-RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Doutor em sustentabilidade de obras pela Universidade Federal Fluminense (UFF)

Visi Paulo Lumuangiki, Engenheiro Civil pelo CEFET-RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Engenheiro Civil pelo CEFET-RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Vinicius Araújo de Souza Dutra, Mestrando em gestão em construção civil - Universidade Federal Fluminense (UFF)

Mestrando em gestão em construção civil - Universidade Federal Fluminense (UFF)

Publicado
2021-06-03
Seção
Engenharias