ANÁLISE NUMÉRICA DE ESTRUTURAS DIAGRID EM AÇO CARBONO E AÇO INOXIDÁVEL POR MEIO DO MÉTODO DE ELEMENTOS FINITOS

  • Daniel Wills Gonçalves Mota
  • Monique Cordeiro Rodrigues
  • Luciano Rodrigues Ornelas de Lima

Resumo

Uma das mais recentes soluções empregadas na construção de prédios de elevada altura,
que permite redução econômica e menor utilização de material é o sistema tubular
Diagrid. Esse sistema é composto por diagonais e se comporta de maneira similar a
uma treliça espacial, oferecendo às fachadas dos prédios uma arquitetura inovadora
e notável. O emprego deste novo sistema estrutural pode ocasionar em determinadas
construções a dispensa da utilização de colunas no interior dos prédios, possibilitando
uma maior área livre de circulação, a maior incidência da iluminação natural e uma
redução de materiais na construção dos edifícios. As ligações desse tipo de estrutura
devem ter atenção especial, a fim de também possibilitar tais reduções. Este trabalho
tem como objetivo analisar estrutural e economicamente as ligações Diagrid, por meio
da análise do comportamento das ligações empregando o método dos elementos finitos
por meio do programa ANSYS, realizando uma comparação entre o aço carbono e o
aço inoxidável, proporcionando um melhor entendimento sobre este sistema estrutural.
Para as análises estruturais considerou-se a influência das cargas verticais e horizontais
no sistema e a resistência dos materiais empregados. Estudou-se o aço inoxidável do
tipo austenítico, duplex e lean duplex, e a influência na angulação da inclinação da
malha Diagrid. Observou-se nos estudos desenvolvidos que o ângulo de inclinação que
apresentou melhor resistência foi o de 70° e que a comparação de custos, apenas de
materiais, entre o aço carbono e o aço inoxidável ainda indica uma diferença considerável
para a aplicação do aço inoxidável nas estruturas.

Publicado
2020-07-24
Seção
Engenharias