UMA PROPOSTA DE GESTÃO DAS PARTES INTERESSADAS EM INTERVENÇÕES TEMPORÁRIAS URBANAS NO RIO DE JANEIRO

  • Karina Martins de Souza Pós-Graduada em Gestão e Gerenciamento de Projetos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • José Luiz Fernandes Pós-doutor em Engenharia Nuclear pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Eduardo Linhares Qualharini Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Palavras-chave: Parklet, Gerenciamento de Projetos., Partes Interessadas.

Resumo

O artigo trata sobre a Gestão e o Gerenciamento de Projetos em intervenções
temporárias urbanas, como os Parklets. Ele identifica, através de análise da legislação
carioca sobre Parklets (Paradas Cariocas: Decreto Rio Nº 39.983 de 10 de abril de 2015)
e da análise de cenário, as Partes Interessadas como variável de maior importância. O
trabalho demonstra como a adequada Gestão das Partes Interessadas pode auxiliar na
obtenção do sucesso desse tipo de projeto e, para isso, utiliza um estudo de caso fictício
de um Parklet, situado na cidade do Rio de Janeiro, cidade que sediou a Olimpíada e
Paraolimpíada Rio 2016. O estudo de caso possui como objetivo gerar um Plano de
Gerenciamento das Partes Interessadas, que baseia-se no método Canvas e nas boas
práticas segundo o PMI (2013).

Biografia do Autor

Karina Martins de Souza, Pós-Graduada em Gestão e Gerenciamento de Projetos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Pós-Graduada em Gestão e Gerenciamento de Projetos pela Universidade Federal do
Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

José Luiz Fernandes, Pós-doutor em Engenharia Nuclear pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Pós-doutor em Engenharia Nuclear pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ),
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Professor do Departamento Engenharia de Produção do Centro Federal de Educação
Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Eduardo Linhares Qualharini, Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ),
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Professor da Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de
Janeiro, RJ, Brasil

Publicado
2019-04-08
Seção
Interdisciplinares