ESTUDO DE TRELIÇAS ESPACIAIS DE AÇO OU MISTAS PARA VIGAMENTOS PRINCIPAIS DE GALPÕES DE GRANDES DIMENSÕES

  • Bruno Rodrigues Amorim Mestrado em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Sebastião Arthur Lopes de Andrade Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de Manchester, Inglaterra
Palavras-chave: Análise Não-linear de Estruturas., Treliças mistas, Galpões de grandes dimensões

Resumo

Os sistemas de cobertura constituem uma parcela considerável dos custos finais de
galpões de grandes dimensões. Os carregamentos desse sistema são transferidos para
os pilares a partir dos vigamentos principais. Dúvidas sobre qual é a melhor solução para
o dimensionamento do vigamento principal podem surgir devido aos grandes vãos que
essas estruturas devem cumprir. Este trabalho apresenta um estudo das configurações
estruturais e uso de diferentes materiais para o projeto, fabricação e montagem de
coberturas de galpões de grandes dimensões. Foram desenvolvidos diversos projetos
de uma estrutura modelo onde se variou o tipo de perfil das cordas, o comprimento dos
vãos, a geometria da seção transversal da treliça e a inclinação das diagonais. A partir
dos resultados obtidos, realizou-se uma análise paramétrica buscando-se a solução que
apresenta o menor peso estrutural dos vigamentos principais. Também foi realizado um
estudo determinístico para dar apoio às decisões na escolha da melhor solução para os
diversos tipos de galpões de grandes dimensões estudados. Os resultados preliminares
obtidos indicam que a solução de cordas tubulares mistas, em partes selecionadas da
estrutura, representa uma das soluções mais competitivas para este tipo de estrutura.

Biografia do Autor

Bruno Rodrigues Amorim, Mestrado em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Mestrado em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Sebastião Arthur Lopes de Andrade, Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de Manchester, Inglaterra

Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de Manchester, Inglaterra
Professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil

Publicado
2019-04-08
Seção
Engenharias