CUSTO ADICIONAL DE VIAGEM EM TÚNEIS URBANOS: CASO DO TÚNEL REBOUÇAS (RJ)

  • Marina Leite de Barros Baltar Doutoranda em Engenharia de Transportes, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Luiz Afonso Penha de Sousa Mestre em Engenharia de Transportes pela UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Paulo Cezar Martins Ribeiro Doutor em Engenharia de Transportes pela University College London, Londres, Inglaterra
Palavras-chave: Custo., Incidente., Túneis Urbanos.

Resumo

Entre os fatores envolvidos para o surgimento dos congestionamentos estão os incidentes. Esses provocam retenções no tráfego que afetam o do tempo de viagem e o consumo
de combustível. O objetivo desta pesquisa é avaliar o custo de um incidente em túneis
baseado em dois impactos: o tempo adicional necessário pelo motorista para atravessar
o túnel e o acréscimo no consumo de combustível. Diferentemente das demais vias, os
túneis apresentam características específicas que podem potencializar as consequências
de um incidente. Por isso, foi realizado um estudo de caso em um túnel localizado na
cidade do Rio de Janeiro utilizando a metodologia proposta. Os resultados indicaram que
durante o período de um ano, as alterações do tráfego devido aos incidentes, implicaram
em gastos adicionais de R$ 1.938.343,47 em hora perdida e de R$ 541.662,92 com combustíveis para os usuários, gerando um custo total de R$ 2.525,006,40/ano.

Biografia do Autor

Marina Leite de Barros Baltar, Doutoranda em Engenharia de Transportes, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Mestre em Engenharia de Transportes pela UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Doutoranda em Engenharia de Transportes, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Luiz Afonso Penha de Sousa, Mestre em Engenharia de Transportes pela UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Mestre em Engenharia de Transportes pela UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Professor do Departamento de Engenharia Civil – CEFET/RJ

Paulo Cezar Martins Ribeiro, Doutor em Engenharia de Transportes pela University College London, Londres, Inglaterra

Doutor em Engenharia de Transportes pela University College London, Londres, Inglaterra
Professor do Programa de Engenharia de Transportes da COPPE/UFRJ

Publicado
2019-04-08
Seção
Engenharias