CORRELAÇÃO ENTRE QUALIDADE DA ÁGUA E CASOS DE DIARREIA EM UM MUNICÍPIO DO SUL DE MINAS

  • Claudio Avelar Vallim Universidade Vale do rio Verde, UninCor
  • Caio Cesar Andrade dos Santos Universidade Vale do rio Verde, UninCor
  • Elisa Dias de Melo Universidade Vale do rio Verde, UninCor

Resumo

A qualidade da água é aspecto indispensável quando se trata dos seus principais usos e, em especial, o abastecimento humano. Visto que a água para consumo humano é um dos importantes veículos de enfermidades diarreicas de natureza infecciosa, o presente trabalho teve como objetivo correlacionar casos notificados de diarreia e a qualidade da água potável consumida pela população de um município localizado no sul de Minas Gerais. Foram avaliados laudos de análises de água feitas pela secretaria municipal de saúde ao longo do ano de 2017. Os parâmetros avaliados foram pH, turbidez, cloro residual, temperatura, coliformes totais e Escherichia coli. Dados registrados de doença diarreica aguda no Sistema de Vigilância Epidemiológica foram interpretados. Foram registradas violações do limite legal para turbidez e casos positivos para coliformes totais, o que representa um risco sanitário. Durante o período, foi notificado 01 surto e 959 casos de diarreia. Para que a população receba água efetivamente potável, faz-se necessário o controle de todas as etapas do tratamento, além do armazenamento da água nos reservatórios domiciliares de forma adequada. Condições adversas no armazenamento doméstico da água podem estar relacionadas à ocorrência de casos registrados de doença diarreica aguda no município estudado.

Biografia do Autor

Claudio Avelar Vallim, Universidade Vale do rio Verde, UninCor

Mestrando em Sustentabilidade em Recursos Hídricos da Universidade Vale do rio Verde (UninCor), Três Corações, MG, Brasil.

Caio Cesar Andrade dos Santos, Universidade Vale do rio Verde, UninCor

Mestrando em Sustentabilidade em Recursos Hídricos, Universidade Vale do rio Verde (UninCor), Três Corações, MG, Brasil.

Elisa Dias de Melo, Universidade Vale do rio Verde, UninCor

Doutora em Engenharia Civil – Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Viçosa. Universidade Vale do rio Verde (UninCor), Três Corações, MG, Brasil.

Publicado
2018-12-19
Seção
ARTIGOS